A Importância da divulgação para a implementação do Projeto Piloto da Campanha de Vacinação contra a Peste Suína Clássica no estado de Alagoas

Autores

  • Nina Machado de Oliveira UNICEPLAC
  • Eleonora D’Avilla Erbesdobler
  • Margareti Medeiros
  • Luciana Lana Rigueira

Palavras-chave:

Suinocultura, Vacinação, Peste Suína Clássica, Comunicação, Divulgação

Resumo

A Peste Suína Clássica (PSC) é uma doença de notificação compulsória, que afeta os suínos domésticos e asselvajados. No Brasil, o primeiro registro da doença foi em 1899 e, após anos de vacinação, a PSC foi erradicada de alguns estados brasileiros. Atualmente, o país é dividido em duas zonas: a livre da doença (Zl), e a zona não livre da doença (ZnL), onde está em andamento a Campanha de Vacinação contra a PSC, viabilizada por uma parceria público-privada, que selecionou o estado de Alagoas para receber o Projeto Piloto. Assim, se objetivou comparar os dados coletados nas duas etapas da campanha, realizadas em 2021 e 2022, além da aceitabilidade dos suinocultores quanto a essa ação. Com isto, se observou que a campanha trouxe melhorias para a suinocultura local, como a manutenção da saúde dos suínos e atualização do cadastro ds suinocultores do estado, o que auxilia na aplicação de outras políticas públicas voltadas para o setor. Ainda, quando questionados os produtores a respeito da vacinação dos suínos, se identificou a necessidade de aprimorar os demais meios de comunicação a respeito da importância da campanha, tais como televiáo, rádios e outros, o que possibilitará maior eficácia da execução nas próximas etapas. Portanto, o aprimoramento contínuo da campanha de vacinação, identificando a melhor forma de atuação dos envolvidos para a sua execução e eficácia, é essencial, bem como conscientizando que a sua prática é necessária para a manutenção da saúde do rebanho de suínos e o desenvolvimento das propriedades rurais de Alagoas.

Publicado

18-05-2024

Edição

Seção

Produção Animal